Efeito Sanfona –  Entenda as causas e os riscos

De fato, as dietas radicais prometem mudanças muito rápidas no manequim, mas sempre o que o emagrecimento é alcançado em tempo recorde o risco de recuperar o peso perdido é ainda maior e pode acontecer pouco tempo depois causando o efeito sanfona.

Se você chegou até aqui é porque já deve estar familiarizado com ele e tem sofrido com a oscilação de peso em poucos meses fique em alerta pois esse processo de engordar e emagrecer repetidamente pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes e até mesmo de morte prematura.

Essa dificuldade de manter o peso após um período de emagrecimento pode durar de meses até vários anos e quanto mais a sua estabilização demora para acontecer mais o metabolismo sofrerá com os efeitos e a dificuldade de ter o peso ideal é aumentada.

Para saber o que fazer para evitar o efeito sanfona continue a leitura e entenda como ele acontece.

Como e por que o efeito sanfona acontece?

De um modo geral, o feito sanfona acontece quando uma pessoa opta por ter um estilo de vida muito diferente do que tinha antes e sem ter um planejamento de como manter esse padrão de vida novo.

O que normalmente acontece ao fazer uma dieta muito restritiva que até chega a promover um emagrecimento rápido, mas que pode causar algumas situações desagradáveis logo após.

Quando uma transformação radical acontece na alimentação como por exemplo a eliminação dos carboidratos em todas as refeições, o corpo entra em estado de alerta pois entende que algo errado está acontecendo e que ele precisa fazer alguma coisa o que acaba provando uma desordem no metabolismo.

O organismo passa armazenar mais gordura a fim de garantir o funcionamento da suas funções vitais e da produção hormonal e como consequência um metabolismo mais lento.

Além disso a grande privação de certos tipos de alimentos se torna impossível de ser mantida por muito tempo, pois uma dieta que não permite o consumo de carboidratos por exemplo é mais difícil de seguir  uma vez que os pães, massas, arroz e até mesmo alguns legumes são proibidos.

Por causa de toda essa restrição é muito comum que as pessoas logo voltem a ingerir esses itens e por vezes até mais do que antes, isso faz com que elas recuperem todo o peso perdido ou até mesmo alguns quilos a mais do que perdeu.

efeito sanfona

Quais são os efeitos no organismo?

Esse ciclo sem fim de emagrecer e engordar que o efeito sanfona causa, traz uma variedade de impactos negativos no corpo, com por exemplo o aumento dos processos inflamatórios por todo o organismo.

Além de desencadear uma serie de doenças como a diabete, cardiovasculares como a hipertensão, aumento do colesterol ruim, enfraquecimento do sistema imunológico, problemas remais, perda de massa muscular, flacidez e estrias.

Isso tudo sem contar o sentimento de frustação por ter voltado a engordar que mexe com o psicológico e o emocional da pessoa depois de passar por tanto sofrimento com a dieta restritiva.

Tem com evitar que o efeito sanfona aconteça?

A forma mais correta e muito indicada para evitar o tão temido efeito sanfona é emagrecer da forma correta, ou seja, emagrecer lentamente, com uma alimentação saudável aliada a exercícios físicos e preferencialmente com acompanhamento médico.

A reeducação alimentar é melhor maneira de perder peso de forma saudável e evitar os tosos os problemas que o efeito sanfona pode causar, ela é chave para o equilíbrio e para a manutenção do peso.

Mas para isso a pessoa deve comer de forma adequada ao seu gasto calórico por isso os programas de reeducação alimentar precisam ser adaptados a rotina bem como as condições de saúde de cada um ajudando a cuidar melhor da saúde.

Dessa forma a pessoa passar a ter uma perda gradua de peso, permitindo assim que o corpo possa se acostumar as novos costumes.

Além disso é importante tomar alguns outros cuidados como:

– Não pular refeições e evitar intervalos longos entre elas;

– Comer de 3 em 3 horas, devagar e mastigando bem;

– Evitar o uso de adoçantes;

– Aumentar o consumo de água;

– Não tomar remédios sem orientação médica;

– Controlar o estresse e a ansiedade;

– Continuar os exercícios mesmo após o emagrecimento

efeito sanfona

Entenda por que a reeducação alimentar é a solução para acabar com efeito sanfona

A reeducação alimentar é um processo de mudança nos hábitos alimentares implantado gradualmente, onde é feita uma substituição de alimentos calóricos por outros mais saudáveis, além de mudar os maus hábitos como os intervalos longos entre as refeições.

Ela deve ser feita com a ajuda médica de um endocrinologista ou de um nutricionista onde eles descobrirão a melhor de forma personalizada como reeducar a sua alimentação sem que seja preciso passar por nenhum sofrimento.

Mas é importante destacar que esse não é um processo rápido que irá acontecer da noite para o dia, as mudanças que a reeducação alimentar impõem dever ser seguidas rigorosamente todos os dias até que ser tonem hábitos diários comuns.

Esse processo é bem mais que uma simples dieta e sim um meio de ensinar o seu corpo como se comporta e se alimentar de forma mais saudável e então saiba que levará tempo e precisará de paciência.

Um dos métodos muito utilizados durante a reeducação alimentar e evita o efeito sanfona é fazer a pessoa passar a comer de 3 em 3 horas, pois isso mantem o corpo sempre abastecido e faz a pessoa sentir menos fome.

Isso evita refeições exageradas e permite que o organismo se mantenha ativo, dessa forma o metabolismo é acelerado e queima de gordura de torna mais fácil, porém o recomendado é evitar alimentos calóricos e que as porções sejam menores.

Posts created 18

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

Begin typing your search term above and press enter to search. Press ESC to cancel.

Back To Top